Conexão Haiti

Publicado: 27/08/2011 por opaz em 7ª serie - Rubaldo

Os alunos da Turma 721 da Escola Rubaldo estudaram nas aulas de geografia alguns aspectos do Haiti. Muitos questionamentos surgiram, e puderam ser respondidos a partir de uma conexão direta com esse país caribenho. Os alunos fizeram algumas perguntas que foram enviadas para um soldado que estava em missão lá no Haiti. As perguntas foram respondidas e enviadas de volta. E aí estão elas:

  1. Há postos de saúde e/ou hospitais para a população?

Na região onde me encontro, Forte Nacional, o mais próximo posto de saúde, encontra-se a dois quilômetros, em média. O Sistema hospitalar necessita de fortes investimentos.

  1. Há escolas e professores para crianças e jovens?

Sim, porém também falta estrutura.

  1. Qual o trabalho que vocês realizam aí no Haiti? Vocês estão gostando?

Existem diversas áreas de atuação. No meu caso, sou de INFANTARIA, trabalho no comando de um GRUPO DE COMBATE, constituído por mais seis homens. Executamos patrulhamento e ações cívico-sociais, providenciando a manutenção de um ambiente seguro e estável à população.

  1. O que o governo faz ou tem feito por vocês e pela população do Haiti?

O país se encontra em um processo de transição política e implantação de novas diretrizes, em virtude da troca recente do presidente (Michel Martelli foi o eleito).

  1. Há projetos sociais e de que tipo?

Sim, distribuição de gêneros alimentícios, atividades de para crianças e jovens, como por exemplo, a ‘’ tarde no forte’’, onde as crianças e jovens se distraem e se alimentam aqui em nossa base, no Forte Nacional.

  1. Ainda existem pessoas sem habitação?

Sim. Se antes do terremoto a situação era delicada, agora ficou mais grave. Barracos constituem a grande parte da habitação de muitos haitianos.

  1. A população do Haiti pratica algum esporte?

Eles são fanáticos por futebol, é o esporte preferido. Praticam em qualquer lugar e de todas as maneiras.

  1. Como vocês se comunicam com a população local?

A língua falada no país é o creole, uma mistura do francês com um dialeto africano. Aprendemos o básico para sermos compreendidos e também possuímos interpretes na nossa base.

  1. O que é mais diferente em relação ao Brasil?

– A miséria é muito maior;

– Não há misturas, 98% da população é de origem africana;

– A mulher, muitas vezes, é responsável pelo trabalho pesado;

– Não possuem exército, dentre outras muitas diferenças culturais.

Agradecemos a disponibilidade do Sargento Modesto e do Professor Ronaldo (Informática)!!!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s